Hotmail lança nova atualização: o que você precisa saber

Autor Return Path 

Recentemente, o Hotmail lançou outra grande atualização para ajudar seus usuários a lidar com a alta quantidade de e-mails que recebem – como newsletters, ofertas e notificações – e que continuam a receber apesar de não quererem mais. Mesmo ajudando a maioria dos usuários do Hotmail a economizar tempo, essas ferramentas podem gerar problemas de entregabilidade para seu próprio programa de email. Aqui está uma análise das mudanças e o que você deve começar a pensar a respeito.

Descadastramento em Um Clique

O recurso de descadastramento não é inteiramente novo. O Hotmail teve, por algum tempo, um link seguro para descadastro na interface do usuário, mas a forma como lida com estas solicitações está mudando e, caso não atenda estas conformidades, seu email pode ser enviado para a caixa de spam. Este recurso utiliza o cabeçalho da lista de descadastramento para funcionar corretamente. Os profissionais de marketing podem optar tanto por usar uma URL de descadastramento ou um MAIL TO no cabeçalho. A partir de agora, se um assinante clica no link de descadastramento e o cabeçalho não existir ou não funcionar, os emails daquele remetente irão ser permanentemente entregues na caixa de spam. É imperativo então, atualmente, que todo remetente tenha um cabeçalho de lista de descadastramento.

Limpeza de Programação

Usuários do Hotmail agora podem decidir quanto tempo querem que as mensagens de um remetente, ou de todos eles, fiquem na caixa de entrada antes de serem apagadas permanentemente ou movidas para uma pasta específica. Alguns profissionais de marketing relatam respostas recebidas dos assinantes por semanas, ou mesmo meses, após um email ser enviado. Isso pode afetar potencialmente o efeito “cauda longa” em suas taxas de resposta. Para se preparar para essa mudança, avalie por quanto tempo seus assinantes do Hotmail estão abrindo seus emails depois que os envia e use esta análise como um “benchmark” para identificar como essas mudanças irão afetar suas campanhas no futuro. Além disso, dê aos seus assinantes a possibilidade de escolher com que frequência desejam receber seus emails. Pelo lado positivo, isso também poderia provar ser benéfico para profissionais de marketing, já que os assinantes poderão não marcar o emails antigos ou não solicitados como spam, o que pode adversamente conduzir a reclamações de spam.

Email Sinalizado

O Hotmail vai começar a posicionar os emails sinalizados como importantes no topo da caixa de entrada. Entre todas as mudanças recentes, essa terá, provavelmente, o menor impacto para os profissionais de marketing. Entretanto, eles poderiam testar suas campanhas solicitando ou lembrando seus assinantes de marcar um email importante para que continuem a recebê-lo no topo, na frente e no centro.

Categorias Personalizadas

O Hotmail conta agora com categorias, porém limitadas a social, fotos, documentos do Office e atualizações de compras online (ex:acompanhamento de alguma compra/pedido feito pela internet). Os usuários podem agora criar suas próprias categorias e selecionar quais remetentes dever ser classificados com seus novos critérios. É possível, por exemplo, criar uma categoria chamada shopping e selecionar todos os emails provenientes de varejistas para rapidamente acessar as mensagens relacionadas a compras.

Pastas

Com sua mais recente atualização, o Hotmail lançou o Sweep (Varrer), que literalmente varre a caixa de entrada para identificar um remetente particular e mover suas mensagens para uma pasta específica. Agora, o Hotmail está permitindo que se criem pastas dentro de pastas e novos anexos de pastas. Novamente, isso pode não ter um grande impacto para a maioria dos remetentes, mas a facilidade de uso faz com que seja simples para os usuários “banirem” seus emails com apenas um clique.

Como você prevê que estas mudanças no Hotmail irão mudar seu programa de email marketing? Compartilhe sua opinião conosco abaixo.

Author Image

About Return Path

Author Archive